• Cria Para o Mundo

Leonina não nascerá?

Após espera de 11 anos, Prefeitura de Belo Horizonte anuncia que a maternidade Leonina Leonor não será inaugurada. Imóvel já passa por reformas

Quarto da maternidade Leonina Leonor após banheira ser arrancada
Foto: Reprodução/ Sônia Lansky

Por Nathalia Ilovatte


A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou nesta quinta-feira (28) que a maternidade Leonina Leonor não será inaugurada. Em vez disso, a estrutura, que custou R$ 4,9 milhões e está pronta desde 2009, sediará um Centro de Atendimento à Mulher.


“Após estudos da Rede Materno-Infantil, constatou-se que não havia demanda para uma nova maternidade”, informou em nota a Prefeitura, “e sim para qualificar o atendimento em todas as maternidades da Rede SUS-BH para a prestação do serviço centrado no binômio mãe-bebê”.


A informação foi dada à imprensa após as vereadoras Iza Lourença (PSOL) e Sônia Lansky (PT) publicarem vídeos que mostravam que 5, das 6 banheiras instaladas nos quartos para partos, foram removidas. “Estamos testemunhando a destruição do Leonina Leonor”, disse Sônia Lansky nas redes sociais, ao visitar a maternidade, acompanhada por mulheres representantes do Conselho Municipal de Saúde, do Conselho Tutelar e do Movimento Leonina Leonor é Nossa.


“Venda Nova precisa de uma maternidade pública. Quantas mulheres daqui sofrem violência obstétrica? Quantas mortes maternas e infantis poderiam ser evitadas?”, escreveu Iza Lourença, ao mostrar as imagens do imóvel construído para atender 500 partos humanizados por mês.


De acordo com a PBH, o Centro de Atendimento à Saúde da Mulher oferecerá “consultas de pré-natal de alto risco, consultas ginecológicas de mastologia e climatério, ações de planejamento sexual e reprodutivo, com enfoque em adolescentes e mulheres em situação de vulnerabilidade”.


Em resposta, mulheres do Movimento Leonina Leonor é Nossa decidiram ocupar o prédio, como forma de resistência e em defesa da maternidade.


Pelas redes sociais, o Movimento pede doações de álcool em gel, máscaras, comida e água.